Entregas com Motoboy em SP

Atendemos com motoboy sp em todas as regiões de São Paulo 24 Horas. Empresa de serviço de Motofrete em São Paulo.

O que você precisa para trabalhar como motoboy em sp!

Trabalhar como motoboy é para aquelas pessoas que querem e gostam de viver se locomovendo, não estar em um escritório fechado e estar sempre pronto para encarar as mais difíceis situações.

Com o aumento do trânsito e ocasionando cada vez mais congestionamentos, o motoboy vem sendo cada vez mais requisitado e valorizado, afinal de contas nada melhor do que a agilidade desses profissionais para superar os problemas e entregar os produtos, ou os serviços de uma forma pontual, satisfazendo os clientes.

Para aqueles que estão com vontade de se aventurar pelo mundo dos motoboys precisam entender que ter uma moto não basta é preciso entender que a legislação para o profissional exige um treinamento e adequação a regulamentação.

 

Como começar? O que é preciso saber

Primeiramente para se tornar um motoboy em sp é preciso conhecer as Regras do Contram. A lei sancionada em 2009 foi feita para garantir a segurança e regulamentação dos profissionais aptos a trabalharem como motoboys.

Assim, a norma fixada pelo Contram exige que antes de começar as atividades no trânsito os motociclistas precisam fazer um curso de capacitação, para ter consciência sobre “gestão de risco sobre duas rodas” e “ética e cidadania”.

Além disso dentro das normas é obrigatório que o profissional disponha de 5 horas de aulas práticas, sendo que a cada 5 anos é necessária uma reciclagem de sua licença. O mais interessante é que o curso não precisa ser presencial, pode ser feito também na modalidade a distância, através do Detran, Sest, Senat ou CFC´s.

Mas não pense que qualquer pessoa pode se tornar um motoboy, para ser legalizado dentro dessa atividade o profissional precisa ser maior de 21 anos e apresentar CNH categoria A por pelos ao menos dois anos. Além de ter cumprido o curso de especialização e ter sido aprovado com no mínimo 70% de acerto.

Equipamentos necessários para desempenhar a profissão

Dentro da normativa do Contram, ainda foram definidos quais são os equipamentos de segurança que todo motoboy deve ter. Dentro desses itens podemos citar: colete e baú que apresente reflexão ou fluorescência; capacete com as mesmas faixas reflexivas e com viseira; protetor de perna e motor; e a tradicional antena corta-pipa item importantíssimo para a proteção do motociclista.

Além disso, itens como joelheiras, botas, luvas e cotoveleiras também fazem parte do pacote de equipamentos de segurança.

Profissional Autônomo ou Contrato CLT

Existem algumas diferenças quanto ao contrato que um motoboy pode ter.

Se for o caso dele trabalhar para uma empresa ele apresentará todos os benefícios regulamentados pela CLT, sendo que ele ganhará uma remuneração mensal, horário de trabalho. No que diz respeito ao equipamento, se por um acaso for do próprio motociclista a empresa deverá arcar com os custos de manutenção, combustível e com os itens de segurança.

Já no caso do profissional autônomo, o motoboy apresentará uma maior flexibilidade de horário de trabalho e no número de corridas que deseja executar. Nos dias de hoje, existe uma certa facilidade para os motoboys que queiram se manter de forma autônoma, uma vez que muitos aplicativos estão sendo criados justamente para essa finalidade, fazendo com que o encontro entre o profissional e seu cliente seja feito de forma mais fácil.

Deixe uma resposta